Carolina Stofella, atriz catarinense.

Formada em artes cênicas pela CAL, no Rio de Janeiro em 2000, Turismo pela FACHA e com MBA em Marketing pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

Estreou no teatro no espetáculo: "O livro de Júlia", no Encuentro Internacional de Teatro de Córdoba, Argentina. Fez parte do elenco do espetáculo: "Viagem ao centro da terra", espetáculo vencedor do Prêmio Shell Especial de Montagem em 2001, com produção de Marcelo Serrado e direção de Ricardo Karman; "N.A.D.A", direção de Roberto Alvim. "Réquiem para um sonho", direção de Gustavo Rizzotti. "En'dependência", de João Brandão ao lado de Leandro Hassum;Prêmio Coca - Cola de Melhor Dramaturgia. "A Antessala", de Ana Paula Bez, dividindo o palco com Joana Fomm e direção de Ernesto Piccolo. "Baal", direção de Thierry Tremouroux. "A Banheira" de Gugu Keller com direção de Alexandre Reinecke; Melhor Comédia de 2017 pelo site UOL. "Alices", de Jarbas Capusso Filho e direção de Leo Gama. "Enquanto as crianças dormem", texto e direção de Dan Rosseto; Prêmio Aplauso Brasil de: Melhor Trilha Sonora, Dramaturgia e Espetáculo de Produção Independente. "Eles não usam Black Tie", texto: Gianfrancesco Guarnieri e direção: Dan Rosseto, vencedor em duas categorias do Prêmio Aplauso Brasil.


No cinema atuou em “Talvez” e “Pelas minhas próprias mãos” de Felipe Sassi e “Histórias Íntimas de Julio Lellis; longa vencedor do Cubo - Festival de Cinema do Rio e Melhor Doc. Drama no Los Angeles Brazilian Film Festival 2014.

Foi assistente de produção nos espetáculos: Bent, direção de Luiz Furlanetto e Outono Inverno, direção de Eduardo Tolentino.